domingo, 7 de março de 2010

Meia Maratona de São Paulo

Depois de uma semana complicada, por problemas no trabalho, tendo treinado somente um dia na rua, e feito dois dias de academia, chegou o domingo e a Meia Maratona de São Paulo, com largada e chegada na Praça Charles Miller, em frente a entrada principal do Estádio do Pacaembú, embora eu seja palmeirense, e lá só jogue os rivais, sou obrigado a dizer que esse é um dos templos sagrados da nossa cidade de São Paulo.


Entrada principal do estádio


O dia amanheceu com clima excelente, apesar do sábado extremamente chuvoso, o que ocasionou inclusive o cancelamento do jogo do Palestra no Parque Antárctica, me dirigi ao Pacaembú bastante animado, como prometi, algumas fotos, porém meu fotógrafo oficial, depois de ter esquecido a máquina quando da corrida de Peruíbe, não levantou para ir a Meia, do alto do seus treze anos (expressão que o Boris Casoy gosta de usar) não teve disposição, por isso fiz algumas poucas fotos, vou melhorando depois em outras provas.
A largada aconteceu às 08:00hrs e meu objetivo era nada mais que um bom longão, já que a Maratona de SPaulo é meu alvo, para mim qualquer coisa abaixo de 2hrs estava bom e foi com essa cabeça que parti.
Pórtico de largada e chegada da prova
Abaixo uma foto ainda antes da largada, logo que cheguei, como moro em SBCampo, levantei bem cedo e estava ainda um pouco frio, para quem não conhece SBCampo é uma pouco mais frio que a capital, daí eu resolvi colocar uma blusa leve.
Eu e o Pacaembú
Haveria, além da Meia, uma prova de 10k com largada no mesmo horário, com isso o número de corredores chegou a 9.000 e houve a necessidade de separação por setores de acordo com o tempo pretendido, me inscrevi para correr entre 1h45m e 1h55m e larguei no setor amarelo, acertei na mosca, não atrapalhei ninguém, mas fui levemente atrapalhado, os brasileiros precisamos nos acostumar com algumas coisas ainda.

Eu na entrada do setor amarelo (o casal a esquerda estava no aquecimento)

Dada a largada imprimi um ritmo tranquilo, muita gente correndo os 10k, que embora tivesse pórtico de largada separado, se juntou a nós após a largada e corremos juntos até o km. 5 mais ou menos, após o km 3 subimos o Minhocão onde iríamos até o final dele e voltaríamos por ele mesmo na outra pista, e enquanto estávamos indo já voltava o primeiro colocado dos 10k que era, nada mais nada menos, que o Marílson, numa velocidade impressionante e muito a frente do resto do pessoal, ele realmente é o nosso melhor corredor hoje, o pessoal até brincou dizendo que ele havia cortado caminho.
Segui em frente com muito cuidado, preocupado que estava com meu joelho, mas me sentia bem a vontade e assim foi, sem grandes surpresas até o km. 14 quando o cansaço bateu e meu ritmo teve uma boa queda, ajudou bastante o fato de a organização ter sido muito boa, a água sempre gelada e a cada 2kms aproximadamente, eram tantos os pontos de abastacimento que cheguei a passar direto por um ou dois, quando chegamos novamente a Avenida Pacaembú, no km 18 para 19, eu já estava bastante exausto e administrei meu ritmo, concluindo a prova em 1h53m05s o que me deixou bastante satisfeito, sem dores e somente com a impressão de que a musculação me deixou mais lento já que, após fazer meu pior tempo em 10k em Peruíbe, fiz meu pior tempo em Meia Maratona, hoje, mas estou feliz porque meu objetivo é a Maratona e sei que posso fazer esse tempo na primeira parte da Maratona e se conseguir algo próximo disso na segunda parte posso bater meu recorde pessoal, agora é continuar treinando, e aguardar 11 de Abril quando acontecerá a Meia da Corpore, minha próxima corrida.

Medalha (Embaixo a Revista Runner´s, nem vi que estava lá)

Pena não ter encontrado com o treinador Fernando Moura da Tempo Run, também tinha muita gente, abaixo, já em casa, banho tomado, eu com a camiseta, que aliás gostei muito, Adidas, de boa qualidade e a medalha (essa foto é do meu fotógrafo oficial).



Abraço a todos.



3 comentários:

Xampa disse...

belo resultado, parabens.
é, a musculação deve fortalecer mais as fibras lentas em relação as rapidas, nao? deve ser aí a sensação de menor velocidade. agora, a musculatura deve estar mais preparada para o tranco. bem, é o que acho.

Joka disse...

Parabéns man !!!! Irado, muito bom o resultado e sem dores melhor ainda...kkk Bora p/ os 42km !!! rs

Jorge disse...

Meu amigo Walter boa noite, sei que estou atrasado em vir aqui mais estou deixando os meus parabéns por mais uma corrida concluída para seu currículo ao vc relatar a prova da meia me lembrei de quando estive em Sp ano passado correndo com Dean Karnazes às 24 horas...Showww...

Obrigado pela visita no meu blog.

Bom final de semana e boas corridas.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com