segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Calendário 2012 - Planos

Dentre muitas atividades certamente a que mais gosto de fazer é planejar, nem sempre sai tudo como eu gostaria, mas a vida não é linear, os dias não são iguais e em se tratando de atividade física o organismo também pode ter reações inesperadas, mas planejar é muito bom.
Assim, montei um calendário de corridas que pretendo disputar em 2012, é óbvio que pode mudar aqui e ali, mas pretendo manter pelo menos a base dos meus objetivos, que é correr quatro maratonas, as outras provas posso desistir porque nenhuma é alvo, serão treinamentos.
Estou entre cinco maratonas para correr quatro, Belo Horizonte, São Paulo e Buenos Aires estão no calendário, e a quarta definirei entre Londrina e Assunción, mas estou pendendo para Londrina.
Serão 5 meias: Internacional de SPaulo, Floripa (esta já estou inscrito e com passagem comprada), Corpore SP, RJaneiro (os baleias vão para a Maratona, eu irei para a meia), SBCampo.
Farei também 4 provas de 10k, embora eu não goste muito, mas para treinar é importante, são: Aniversário de SPaulo, Bombeiros do Ipiranga, 7 de Setembro e SP Classic, todas em SPaulo, eu não gosto de viajar para correr 10k.
Complementando participarei do Revezamento Bertioga/Maresias em trio com o Carlos Henrique e a Jéssica, e fecho o ano com a Pampulha.
É isso, por ora mantenho minhas férias, sem corrida, somente descanso retorno aos treinos em 02 de janeiro.
Bom ano novo à todos.  

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Balanço de 2011

Treinos programados - 173
Treinos realizados - 158 - 91%
Distância percorrida - 2.228kms
Média por treino - 14kms
Provas disputadas - 9
Maratonas - 3
Meias - 4
10km - 1
18km - 1
.
Foi um ano muito bom, livre de contusões pude disputar três maratonas, São Paulo, Londrina e Curitiba, não alcancei o sub 4hrs tão almejado, cheguei perto em Curitiba (4h04min), acho que para 2012 conseguirei se me empenhar.
Realizei 91% dos treinos pretendidos, o que considero muito bom, meu objetivo é sempre ficar acima dos 90%, e mantive uma média de 14kms por treino, para quem corre Maratonas acho bom também.
O grande acontecimento foi minha entrada para a Equipe Baleias, com isso conheci bastante gente, viajei com a minha esposa, o que me deixou muito feliz.
Depois da corrida na Pampulha, parei total, não dei mais nem um trote, cheguei ao final dessa corrida com uma dor incômoda no joelho, e resolvi me dar um bom descanso.
Estou planejando 2012, e pretendo correr 4 Maratonas, uma a mais que esse ano, dentro do meu projeto de correr uma ultra antes dos 50. A primeira deve ser BH em se confirmando a prova, parece que já está confirmada, estou aguardando o site oficial para fazer inscrição e aí comprar passagem aérea, a segunda deverá ser São Paulo, tenho uma relação complexa com a Maratona de SP, vou sempre bem mal, jsutamente onde conheço o percurso de olho fechado, a terceira pode ser Londrina ( a confirmar), pretendo voltar lá e correr melhor ou Assunción, vai depender do que os baleias fizerem, e a quarta possivelmente Buenos Aires, já que o Miguel tem insistido para que nos organizemos para participar dessa prova.
São planos, todos a confirmar.
Por ora, descanso total, ainda nas próximas duas semanas e aí volto no ano novo com tudo.
Deixo aqui meu desejo de um feliz natal a todos os corredores e não corredores do Brasil que lêem meu blog.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Sobre os amigos baleias

Em férias das corridas e treinos passo a refletir um pouco sobre o que foi o ano para mim, quais mudanças aconteceram em minha vida, o que cumpri e não cumpri daquilo que pretendia e como esse blog trata do meu hobby que é correr é somente disso que falo.
A grande virada aconteceu quando decidi fazer parte da Equipe Baleias e por ela fui aceito.
Sempre acompanhei o Blog e me entusiasmava com a forma como o Miguel colocava cada viagem, cada corrida que participava e sabia que o que eu queria era poder viajar e correr fazendo sempre novos amigos. Sou pessoa tímida, adoro conversar, mas não sei puxar assunto, me reservo demais às vezes e tenho verdadeiro pavor de incomodar, de mudar a rotina de alguém só para me dar atenção, por isso quando tomei a decisão meu temor era passar uma imagem não muito boa ou que não condizia com aquilo que eu lia no blog.
Mas fui tão bem recebido que até esqueci um pouco meus temores, estive três vezes com o pessoal, ou parte dele, este ano, em Londrina, Curitiba e Belo Horizonte, e foram inúmeras as pessoas que conheci, todos sempre muito entusiasmados em poder fazer amigos e principalmente correr, que é o que nos une nesses momentos.
Poderia destacar muitas pessoas da equipe, mas seria injusto, á exceção do Miguel que eu e muitos outros sempre falam a respeito, destacar outro alguém não seria correto, mas vou cometer uma pequena injustiça, justificada, destaco a Elis e há um motivo para isso.
A Elis chegou ao meu blog quando eu atravessava um momento muito ruim, contusões seguidas, afastado dos treinos e provas, pensando em desistir, por consequência eu passei a ler o blog dela também e passamos a trocar informações, palavras de incentivo, e ela me deu muita força para prosseguir, admiro na Elis a força de vontade em enfrentar desafios, se tornou ultramaratonista de respeito, corredora em provas de montanha, muito dedicada e tem carinho no que faz, além de criar posts sensacionais, que divertem, informam e emocionam, dona de uma inteligência diferenciada ela tem pleno domínio das ideias.
Nos conhecemos pessoalmente em Curitiba, apresentei-a a minha esposa e ela se mostrou muito atenciosa e divertida, enfim, jeito baleias de ser, a Elis representa bem o que é a Equipe Baleias.
Todos nós temos nossas vidas pessoais e profissionais e correr significa, ao menos para mim, um momento de descontração, diversão, relaxamento, um momento de renovar energias para enfrentar a vida, é claro que tudo é uma grande brincadeira, não precisamos falar dos problemas e dificuldades de nossas vidas, não nos encontramos para isso, estamos praticando um hobby, nos divertindo e nada mais, é assim que encaro, e quando deixar de me divertir, paro, como comecei, paro, simples assim.
Por ora não me ocorre parar, por ora me ocorre fazer o calendário de 2012 e prosseguir, como canta o filósofo Zeca Pagodinho, por ora me ocorre deixar a vida me levar.
Não descuidarei do meu trabalho, que me dá a possibilidade financeira de praticar meu hobby, não descuidarei da minha família que me dá a possibilidade emocional de praticar meu hobby e não descuidarei do amigos que me animam a prosseguir.
Na figura da Elis quero mandar um grande abraço a todos os Baleias do Brasil e de fora dele, se houverem, espero permanecer com vocês por muito tempo.



segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Festa na Pampulha - Relato público sobre um homem

Pretendo nas próximas semanas escrever sobre o meu ano, já que o considero encerrado com a corrida da Pampulha em BH, daqui prá frente até o início de Janeiro, treinos descompromissados, sem relógio, sem planilha, correrei quanto me der vontade, mas quero falar agora um pouco do que aconteceu este final de semana em Belo Horizonte.
Me é impossível, pela minha limitação nas letras, colocar aqui o que foi o final de semana, vou tentar escrever um pouco.
Como prometido ao meu sogro de que viajaríamos juntos para uma corrida fora de São Paulo voamos para BH em seis pessoas, havia da minha parte uma preocupação, era meu terceiro encontro com os Baleias, fiquei um pouco arredio com essa intromissão, mas optei por ir, e partimos no sábado pela manhã, encontrando no mesmo vôo o Enio, o Cláudio e o Maia.
No aeroporto de Confins tomamos um ônibus que nos levaria até a rodoviária e de lá um táxi até o hotel, e comecei a sentir o que é a recepção baleias, de um homem que não mede esforços e se multiplica para atender a todos os integrantes, algo indescritível para minha limitada capacidade no uso das palavras.
Após um passeio pelo mercado central fomos almoçar e lá nos encontramos com "ele" e mais os baleias paranaenses e alguns amigos pernambucanos, a festa estava começando.
"Ele" me levou para buscar o kit e me perguntou se eu poderia pegar o kit da Elis, logo de quem, eu pegaria qualquer um, esse então, mas a Elis é um caso a parte, pretendo falar depois dela, não neste relato,  primeiro uma emoção, depois outra, senão o coração para, prosseguindo, peguei os kits e meu amigo (posso chamá-lo assim, tenho certeza) Carlos Henrique me trouxe de volta ao hotel, não sem antes um tour sensacional pela Lagoa e por vários locais de BH.
Sábado a noite jantar de massas, estou pronto para seguir de táxi para o restaurante, mas "ele" me liga informando que há um carro me aguardando na porta do hotel, outro Carlos espetacular, dessa vez, o Carlos Magno surge e faz duas viagens para nos levar ao restaurante e ainda ficou ofendido porque falei que uma parte iria a pé, era pertinho do hotel, eu sabia até o caminho.
No restaurante eu pude ver então o que é a equipe baleias, sou feliz por ter tido a felicidade de encontrar esse grupo de pessoas, selecionadas por Deus para representar o que há de melhor na nossa raça humana, e eu entrei meio que de bicão, porque, reconheço, não sou tão bom assim, foi um jantar e tanto, ri muito, brinquei muito, tirei muita foto e entreguei o kit dela (sabem de quem né?).
Falei para "ele" que iria à corrida no domingo pela manhã de táxi, que ele não se preocupasse, me pareceu que "ele" havia concordado, mas não é assim tão simples.
Domingo pela manhã mensagem no meu celular, era "ele", dizendo que dois carros me buscariam para levar para a prova, um o Carlos Magno e surgiu então mais um selecionado, o Ismael, no pouco convívio que tivemos pude ver, ele era mais um selecionado pelo Homem lá de cima.
Sobre a corrida, não vou falar, não interessa, nem cronômetro liguei, fui a BH para passear e encerrar meu ano.
 "Ele" me pediu que saísse do hotel no domingo de manhã de mala e cuia, haveria uma recepçãozinha (mineiramente falando) após a prova, e logicamente haviam mais dois carros para me levar até lá.
O que tivemos foi uma festa grandiosa, uma confraternização que marca a vida de quem participa, conheci outras tantas pessoas grandiosas, lembro-me que "ele" me disse que faria algo de que eu não esqueceria, e de que no natal eu me lembraria dele e pude ver e sentir na pele o que é capaz de fazer um homem que se apaixona por uma ideia para que ela frutifique e cresça, amor é a palavra chave, e o que faz a Equipe Baleias ser o que é e atrair tanta gente do bem é o amor desse homem pelo que faz.
Ao nosso CEO e Chefe Miguel Delgado quero dizer que estou impressionado, boquiaberto, extasiado, ler o blog Baleias sempre foi para mim um prazer indescritível, agora viver a Equipe Baleias como vivi nesse final de semana é algo que me marcou profundamente, não Chefe, eu não me lembrarei de você no natal somente, eu não te esquecerei jamais, nem você, nem todos os componentes dessa família a qual pertenço e de que muito me orgulho por poder participar.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Maratona de Curitiba - Fim de semana perfeito

Quase perfeito, eu diria, faltaram as fotos, meu fotógrafo oficial desistiu da viagem e só fomos eu e minha esposa, e nós não temos uma relação tão boa com a máquina fotográfica, até esquecemos dela pelos cantos, de qualquer forma conto como foi.
.
Sexta Feira
.
Chegamos em Curitiba por voltas das 14:00hrs e nos instalamos no hotel e seguimos para retirar o kit na loja Track Field do Shpping Tinguá, um tanto longe da largada da Maratona, peguei um ônibus de linha e fui, aliás o transporte público de Curitiba é excelente, pelo menos aqueles que utilizei, comemos algo por lá e retornamos já por volta das 19:00hrs. O kit foi muito bom, composto por camiseta Track Field, boné, um par de meias para corrida, dois sachês de gel de carboidrato, três embalagens de elektro++, produto que não conheço mas vou provar, uma squeeze, número de peito, o chip seria retirado no dia da prova, juntamente com uma toalha de banho cujo tíquete estava preso ao número de peito.
.
Sábado
.
No café da manhã conheci mais um integrante baleias o Carlos Henrique que estava com sua filha que faria os 10kms e seu filho, que ficaria dormindo, rsrsrsrsrs.
Partimos eu e a Tania para o city tour, que não fizemos da outra vez, para quem não conhece a ideia é interessante, há uma linha turismo em Curitiba, com um ônibus que para em diversos pontos turísticos da cidade, e são muitos, você pode reembarcar até quatro vezes nos ônibus que passam a cada meia hora e assim seleciona o que quer conhecer, como um dia só é pouco, paramos no Jardim Botânico (belíssimo), na Ópera de Arame (também vale a pena conhecer) e almoçamos no bairro Santa Felicidade, mas haviam muitas opções de parques, museus e até uma torre panorâmica para conhecer, fica para a próxima.
Retornamos e liguei para a Elis, mais uma baleias que eu só conhecia do mundo virtual, que já havia me ligado mais cedo para nos encontrarmos, fui ao shopping e conheci-a pessoalmente, ela é tudo e um pouco mais daquilo que eu imaginava, e que já não era pouco, simpaticíssima, companhia extramamente agradável, divertida, fica aqui meu beijo e da Tania para a Elis, que esperamos rever na Pampulha.
A noite reuniram-se vários baleias e fomos a um jantar de confraternização da equipe, dia longo para quem tinha uma Maratona pela frente, mas muito prazeroso, faz parte do passeio.
.
Domingo
.
Café da manhã às 5:30hrs, toda a turma reunida no hotel, muita animação e expectativa, a Tania ficou na cama obviamente, jamais ela levantaria a essa hora da manhã, rsrsrsrs, o clima estava muito bom para correr, prenúncio de uma boa corrida.
Largamos às 7:00hrs, agora era cada um por si, minha ideia era dividir a prova em três partes de 14km e correr em 1h20min cada parte e sai com isso na cabeça, sabia que o percurso era difícil, uma montanha russa que iria minando as forças traiçoeiramente, já até escrevi isso em 2009 quando corri lá pela primeira vez, a hidratação estava impecável, água gelada e sem gelo, gatorade, coca cola, bala de goma, ao menos para quem passava mais a frente, não sei para a turma mais do fundo como foi.
Passei os primeiros 14k em 1h16min, 4 min de sobra, corpo bem equilibrado, mantive o ritmo, esse primeiro terço foi o mais fácil em termos de percurso, além de eu estar mais descansado, eu sabia disso, passei a meia com 1h54min, mas essa marcação de tempo eu não processei na minha cabeça, rsrsrs, sou complicado né? passei os 28k em 2h32min, feito um reloginho eu havia feito o mesmo tempo nas duas primeiras partes da prova, eu tinha então 8min de sobra e poderia fazer a última parte em 1h28min para fechar com 4hrs., mas então passei a pensar em recorde pessoal, eu tenho 3h53min de recorde, se eu tinha 8min de sobra era manter o objetivo de 1h20min no último terço e fechar em 3h52min, certo? era..... estamos falando de Maratona, e após os 30/32km a conversa é outra, bem outra, o cansaço veio forte a partir do 33k, até ali eu estava dentro do objetivo, com menos sobra já, mas dentro, no posto de água do 33k parei um pouco, alonguei, respirei fundo, não perdi nem um minuto nisso e prossegui cada vez mais lento, aí a luta pessoal contra o relógio começou e essa luta é duríssima, eu queria por um pouquinho só, bem rapidinho ter o poder de Deus e parar o tempo, um pouquinho que fosse, e quanto mais o relógio corria e as placas de marcação de km demoravam a chegar mais eu lembrava Dele, que é por quem, em primeiro lugar, corro Maratonas, e passei a me lembrar dos meus longos, das projeções que fazia de que estava correndo para 4h15min/4h10min, no meu último post antes de viajar falei em correr melhor que Londrina (4h15min) mas acima de 4hrs a menos que fosse "o dia", e Deus me mostrou que Ele me dá a possibilidade de lutar e que a conquista da vitória depende de mim e não Dele, ter o poder de parar o tempo e usar esse poder para esse fim é fraude, é ilícito, o tempo não pararia por mim, se Ele fizesse isso por mim ele não seria Deus, aprendi ali em Curitiba, na minha sétima Maratona algo que muito já li, mas que só sentindo na pele compreendi, a sua Maratona é resultado daquilo que você treina, da sua dedicação, da sua entrega, exceto fatores aos quais você não tem poder de controlar e que podem acontecer, aquilo que está em seu controle será melhor tanto quanto mais você se dedicar.
A partir do 40k surgiu o Maia mais um baleias que conheci em Curitiba, e que coincidentemente mora aqui em SBC, com a providencial coca cola geladíssima, ele era o anjo de que falou a Suzy em Londrina, e os último dois quilômetros foram de explosão de alegria, a equipe Baleias é fantástica e crescerá absurdamente, o Miguel que se prepare, os integrantes sensacionais, muito apoio, muita gritaria, sempre aparecia alguém para ter empurrar; por volta dos 40k o relógio atingiu as 3h53min, meu recorde ficou a 2k da chegada, eu tinha 7min para fechar 2k, não daria, mas eu busquei minhas últimas forças, forcei o passo e realizei minha melhor maratona neste ano, fechei em 4h04m59s, tempo não oficial, pouco mais de 11 minutos acima do meu recorde, pouco mais de 5min do meu objetivo, porém uma vitória da dedicação, da luta pelas dificuldades pessoais que passei com o sequestro relâmpago de meu filho, com o corte na perna que me afastou 10 dias dos treinos um mês antes da prova.
Foi um final de semana espetacular que ficará registrado na minha memória para a eternidade, um dia meu corpo físico se desfará mas meu espírito permanecerá e este final de semana lá estará em minha mente para a eternidade. 
Agora vou para BH, correr a Pampulha, reencontrar os baleias, vou em festa, será minha última prova do ano, depois é descanso e preparar o calendário de 2012, ano que certamente me trará muito mais emoções correndo as Maratonas da vida.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Contagem regressiva

Tudo pronto. O que deu para treinar, treinei, o que perdi, perdi, fiz meu último treino na segunda feira, faria um outro na terça mas o temporal que caiu sobre SBCampo impediu, eu não me arriscaria a pegar uma gripe agora.
Hoje e amanhã estou no trabalho, na sexta embarco para Curitiba para participar da minha terceira Maratona este ano, tenho consciência do que posso fazer, gostaria de um sub 4hrs para entrar no ranking do Julio Cordeiro, mas acho difícil, a menos que seja "o dia", de qualquer forma acho que posso fazer melhor que as 4h15min de Londrina, a conferir.
Estou lutando para vencer a ansiedade, passei das 100 provas, será minha sétima Maratona, mas parece que vou estreiar, fico um pouco nervoso, apreensivo.
Dessa vez não quero errar na minha tática, nas seis vezes anteriores na hora que largou esqueci tudo, fiz tudo diferente, rsrsrsrs.
Dividir a prova em 3 partes de 14k e correr cada parte em até 1h20min é o sonho, espero me lembrar disso no domingo, outra a conferir.
Rever o pessoal da minha equipe, conhecer novos integrantes, ver mais gente saindo da tela do computador e virar real, isso é muito legal, em Londrina sai correndo da prova para o hotel e dali para o aeroporto, dessa vez não, volto só na segunda feira, o que pintar de programa depois da prova estou dentro.
Bem é isso, semana que vem conto como foi.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Livro de Fabio Namiuti

Não o conheço pessoalmente, tive pouco contato com ele no mundo virtual, não pedi permissão para fazer essa divulgação no meu blog, que aliás é modesto em termos de acessos.

Mas taí o tipo de ação que eu apoio sempre.

Escrever um livro num país ainda iletrado, falar de corrida, contar sua história, inspirar outras pessoas, tirar alguém um pouco do sofá, nem que seja uma única pessoa é gesto de pura caridade.

Por isso abaixo o link para comprar o livro que o Fabio Namiuti, corredor como eu e você está lançando, e que descobri por acaso em outro blog, bem como uma pequena apresentação do livro.



http://fabionamiuti.loja2.com.br/346876-Livro-Melhor-que-o-caminho-e-o-caminhar-


Livro "Melhor que o caminho é o caminhar"


Um livro que fala da mais importante das vitórias: a própria superação. Fábio Namiuti nos conta como deixou de ser um obeso, fumante, doente e sedentário para se tornar um corredor de longas distâncias. Fala com humor sobre as agruras e frustrações durante sua trajetória e inspira-nos a imitá-lo. Todos podemos superar a inércia e praticar um esporte que, na realidade, não depende de mais ninguém a não ser nossa própria força de vontade. O objetivo não foi conquistar troféus, mas sim participar. Mesmo porque o maior troféu ele conquistou: a recuperação da saúde e da autoestima.
"Melhor que o caminho é o caminhar" não pretende ser um livro destinado a estimular ou incentivar a corrida. Porém, no final das contas, é isso que o autor, Fábio Namiuti, consegue. Não há quem leia este texto que não se sinta atraído pelo pedestrianismo, pela corrida, pela atividade física.
Talvez o maior mérito de Namiuti, após por no papel sua paixão pela corrida, seja justamente o fato de ele não se auto-ovacionar, muito pelo contrário. Ele não fica constrangido em descrever as agruras pelas quais passou, muito menos os sacrifícios a que se obrigou para alcançar seu objetivo. Que, diga-se de passagem, jamais foi conquistar o pódio, mas sim simplesmente participar. Correr. Não há maior mostra ou prova de espírito esportivo.
Ao lado disso, o texto, com suas descrições primorosas, faz com que o leitor se sinta transportado para as cidades e locais onde ocorreram as competições e sinta, quase que na própria pele, as alegrias e emoções que o autor vivenciou.

Editora: Ryoki Inoue Produções

Ano de lançamento: 2011

Páginas: 237
 
 

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Semana cheia - Volta a normalidade

Seg - 0ff
Ter - academia
Qua - 32km
Qui - academia
Sex - Off
Sab - 25km
Dom - 14km

Enfim consegui realizar uma semana completa de treinos, e veio bem a calhar já que a Maratona está próxima, aproveitei o feriado de quarta feira e fiz um longo de 32k, sem preocupação com tempo, sai para passear, relaxar, "zerar" o cérebro, parei umas oito vezes pelo caminho, ora para comprar água, ora para olhar o movimento nos parques, passei por três deles, entrei, dei uma volta andando e voltei para o meu percurso, enfim foi mágico.
Terça e quinta feira fiz academia, um pouco de fortalecimento muscular, depois do corte na perna fiquei afastado da academia e foi muito bom voltar, já no sábado acordei bem mais tarde do que costumo e saí para correr também sem saber para onde iria, no final foram 25k no mesmo estilo dos 32k de quarta, ou seja, sem preocupação, no final da tarde fui visitar meu irmão e aí rolou muita cerveja e pizza, ou seja, no domingo eu estava só o pó, rsrsrsrs, levantei tarde novamente e mesmo assim saí para correr um pouco, foram 14k num percurso já tradicional para mim aqui em SBC.
Resumindo: volta a normalidade, não que eu goste muito de ficar preso a rotinas, mas poder fazer o normal é muito bom.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Como espantar a má fase?

É impressionante, fiz esse blog para falar de corrida, algo que adoro fazer e pretendia que fosse somente de boas notícias, mas esses dias a bruxa tem andado solta.

Depois do susto da semana passada, voltei aos treinos na quarta feira a noite, pois bem, a certa altura enrosquei a perna em um arame que estava jogado na calçada, o corte na perna não foi tão profundo mas o suficiente para receber alguns pontos, bem na panturrilha, o que me impediu de treinar e até hoje estou parado.

Alguém tem receita para espantar a má fase? porque acho que sentar no chão e chorar não é a solução, rsrsrsrs.

Bons treinos a todos e semana que vem volto com boas notícias assim espero.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Os treinos prosseguem, a violência também

Depois de um tempo sem postar, pretendo retomar os posts semanais, ontem debaixo de muita chuva fiz mais um longão, dessa vez de 32km em 3h02min., fiquei satisfeito com o resultado em que pese a condição em que foi feito.
Além da chuva, com muitos pontos com água parada nas ruas, buracos cheio d´agua também, tive uma semana bem complexa e fiz somente um treino no feriado de 12/10.
Infelizmente desde a criação do homem as diferenças entre nós, no que diz respeito a comportamento, somente se acentuaram, vejo o comercial da coca cola que diz que há motivos para acreditar porque os bons são maioria e acredito fortemente nisso, senão, penso eu, já nos teríamos extinguido.
Tudo que busquei, ao longo desses 24 anos desde o nascimento de meu primeiro filho, hoje são três, foi ensinar a eles valores como honestidade, respeito e amor ao próximo e a Deus, a dignidade da pessoa, para mim, está acima de tudo e tento transmitir isso a meus filhos.
Difícil, mas necessário, sustentar isso quando somos vítimas diretas da violência, que sempre existiu e sempre vai existir.
Meu filho mais velho foi vítima de sequestro relâmpago e por duas horas teve sua vida ameaçada, é apenas mais um, outros vieram e virão com consequências muito mais graves do que aquela que sofremos e que reconheço foram mínimas diante da situação.
Rogo a Deus todos os dias ao levantar e deitar para que a humanidade, um dia, se torne verdadeiramente irmã e que uns não precisem, para sobreviver ou por simples prazer, subtrair o que foi conquistado por outros, especialmente a vida, único bem de verdadeiro valor que possuímos.
Faltam 4 semanas para a Maratona de Curitiba, sim, estou tendo problemas para treinar, mas irei nem que seja para mais caminhar que correr, irei e cumprirei, ainda mais agora, que tenho mais uma vez a necessidade de honrar a Deus pelo que tem feito por mim, é a Ele que dedico, sempre, cada 42k que cumpro.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Meia de Ribeirão Preto - Como o manto coral me tornou homem de vida pública

O final de semana foi dos mais incríveis que vivi desde que comecei a correr, viajei com minha família para Ribeirão Preto, distante 320kms de São Paulo para participar da primeira meia maratona da cidade e não me arrependi nem um tantinho.
Fomos em 12 pessoas entre irmão, mãe, tio, tia, sogro, sogra, filho, sobrinhos, enfim, uma festa. O manto coral mostrou sua força e fui solicitado a tirar fotos com alguns corredores por conta dessa força e da simpatia que o Miguel Delgado espalha por esse mundão, como perguntaram do homem por lá!!!, foi muito legal.


Abaixo uma das atrações turísticas da cidade, tinha fila para fotografar, rsrsrs




Essa foto da cidade ficou muito bonita, tinha que registrar



A organização preparou muitos locais para fotos, achei boa a ideia



Aqui o casal Denise Amaral e Luiz Antonio do Rio Janeiro, perguntaram muito do Miguel



Me preparando para a largada



Registro do manto coral



Foi dada a largada....



A largada atrasou 15 minutos, por ser a primeira da cidade, dei desconto, mas cada minuto de atraso significou elevação na temperatura. Em paralelo havia uma prova de 6kms. e todos largaram juntos, o percurso se daria em duas voltas e para mim era totalmente desconhecido. Saí mais forte do que havia planejado, talvez influência do pessoal do 6km, após a separação das turmas no km. 3 pude encaixar melhor meu ritmo. No início haviam algumas subidas não muito assustadoras, porém após o km. 5 surgiu uma grande subida, interminável, ali certamente muitos sentiriam suas forças diminuirem, principalmente na segunda volta, por outro lado havia também longas descidas, dava para soltar o corpo e melhorar a velocidade. Com cerca de apenas 400 corredores na meia, a hidratação foi bem tranquila, havia somente água nos postos, mas bem gelada e farta, passei a primeira volta em 48min50seg. e achei muito forte, já que estava ali para treinar somente e reduzi bastante na segunda volta satisfeito que estava com meu desempenho, o sábado havia sido bem puxado, passamos do almoço na Choperia Pinguim para o jantar na Chopptime, ou seja, muita água de côco, como diria Julio Cordeiro, dessa forma segui num ritmo mais tranquilo e fechei a prova com 1h51m20s e média de 5m16s/km, debaixo de um sol bem forte, e feliz, muito feliz.



Um corredor baleias nunca está solitário, em Ribeirão Preto só tinha eu com o manto coral, mas muitos vieram falar comigo, muitos perguntaram sobre o Miguel Delgado, saí do anonimato nas corridas, antes eu passaria desapercebido, agora visto, com honra, o passaporte para a felicidade. Valeu meu CEO e Capitão MD e que venha Curitiba!!!



1hora e 51minutos depois, cheguei...



Dancinha prá comemorar, que ruim que ficou!!!!



Ao final o prêmio: medalha e esposa
Agora é treinar visando a Maratona de Curitiba e aguardar o reencontro com todos da minha equipe, será uma festa, tenho certeza. É isso aí.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Manto Baleias na Corrida da Independência

Hoje, 07/09, feriado de meio de semana, foi realizado aqui em São Paulo uma das melhores provas de 10km, em minha opinião, em termos de organização e percurso, e eu estava lá, com o manto coral, pronto para mais uma corrida, pena que não lembrei de levar a máquina fotográfica.

É o Troféu da Independência do Brasil, corrida realizada com largada e chegada no Parque da Independência no bairro do Ipiranga, com organização da JJS Eventos.

O tempo amanheceu muito bom para correr, nublado, sem chuva, eu não tinha grandes expectativas em termos de resultado já que esse ano ainda não havia corrido prova de 10km, tenho optado por meias e Maratonas.

Retirei meu kit com chip descartável, número de peito (com 6 alfinetes para afixar na camiseta e na bolsa para o guarda volumes e não dois como fazem quase todas as organizadoras), havia, segundo a organização, por volta de 5000 corredores, me posicionei mais ao fundo já que vim para treinar.

A largada foi um pouco truncada e passei o primeiro quilômetro com 5m50s, aos poucos fui encaixando um ritmo melhor e mantive média de 5min/km, mesmo após a forte subida da Av. Nazareth entre o km. 7 e 8, pouco tomei água no percurso e com os longos para as Maratonas e meias a prova de 10km se mostrou para mim um pouco fácil em termos de distância a cumprir, porém difícil pela velocidade que se necessita imprimir, de qualquer forma considero que fui muito bem, fechando em 49m52s ou média de 4m57s/km.

O kit pós prova foi muito bom, com barra de cereal, maçã, torrone, um pacote de bolacha salgada, sabonete, um spray parece que para colocar em camisas ou jogar no ar em casa. sei lá (pelo menos foi o que eu li no rótulo, por que eu nem conhecia, parece que tem um cheiro agradável), uma medalha razoável e uma boa camiseta.

Enfim foi um feriado agradável, valeu a pena ter ido ao Ipiranga, agora é retomar os treinos visando a Maratona de Curitiba.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

São Silvestre - o fim de uma emoção

Mais uma vez o poder público e a rede de tv que manda no país conseguiram estragar a festa, mudaram o percurso da São Silvestre, e não tenho dúvida de que mudaram para pior.

Tradição não tem importância nesse país, assim como educação também não, eu não tenho nada contra o reveillon na Paulista, não curto, os artistas, em sua maioria, são de péssimo nível, mas atrai uma multidão, 2 milhões de pessoas, entretanto acho que ele poderia ser em qualquer outro local aberto, como em Interlagos, no Sambódromo, sei lá, tem tantos lugares na cidade.

Subir a Brigadeiro e entrar na Paulista era uma emoção fortíssima, que tive o prazer de viver, agora cruzar a Paulista e mergulhar morro abaixo é cruel, virou outra corrida, será mais rápida e ao final ainda dirão que o recorde da prova foi batido, ora, como se baterá o recorde de uma prova correndo outra?

Enfim, não participarei mais da São Silvestre, foram 5 participações em que me diverti muito, apesar das dificuldades criadas pelos organizadores, é claro que não faltará público, mas um público cada vez mais interessado em aparecer 2 segundos na tela da TV e que não se preocupa em bater com o mastro da bandeira na sua cabeça e nada mais.

A tradição e cultura de um povo são mudados e esse povo não se dá conta disso, afinal tem que festejar.

sábado, 3 de setembro de 2011

Sou baleias, vou prá Pampulha

Meu capitão e CEO Miguel Delgado no blog oficial da equipe fez intimação de comparecimento à sede mundial Baleias, Belo Horizonte.
Haverá o retorno às corridas de Paulo Picanha da Acorja de Pernambuco, após sofrer acidente automobilístico, e embora eu ainda não o conheça pessoalmente já gosto por demais dele, por ser Pernambucano, corredor, e mais ainda amigo do meu capitão e de Julio Cordeiro, que dispensa apresentações ao mundo que corre a quem tenho altíssima consideração.
Imediatamente visitei o site da Gol e o da Yescom, e estou com passagem comprada e inscrição feita, vou com minha família para a sede mundial participar dessa festa.
Depois de Curitiba, Belo Horizonte vai tremer.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Maratona de Londrina e minha estreia Baleias

Primeiro Ato
.
Minha estreia como Baleias começou no Aeroporto de Congonhas, deixei sobre um banco o livro “Obras Completas” de Murilo Rubião, um livro de contos sensacional, quem lê Gabriel Garcia Márquez muitas vezes não imagina que ele foi influenciado por esse autor brasileiro, cujo texto transita entre o real e o fantástico, isso na década de 30 e 40.
. .
Sexta Feira
.
Chegamos em Londrina, eu, minha esposa e meu filho às 20:00hrs e o calor me surpreendeu, já imaginava o que seria o final de semana, o taxista me informou que o hotel que reservei era um pouco mais longe da largada, que se daria no Shopping Catuaí, mas que haviam dois hotéis praticamente no mesmo terreno do shopping, não pensei duas vezes e troquei de hotel ficando ao lado da largada, jantamos e fomos dormir, eu já pensando no sábado quando receberia o manto coral das mãos do Miguel e me tornaria mais um integrante desse grupo sensacional.
.
Sábado
.
No sábado pela manhã optamos por passear no centro da cidade e comprar algumas lembranças, pedimos orientação no hotel e pegamos o ônibus, linha 213 para o centro, uma experiência e tanto esse convívio direto com a população da cidade, aqui em SBC não ando de ônibus, faz tempo que não pegava um, foi muito bom, descemos no terminal e caminhamos muito pelo centro da cidade e notei que haviam muitas e muitas subidas. Na volta cometemos uma gafe, tentamos entrar no terminal por onde havíamos saído e a roleta travava, um rapaz nos informou que deveríamos entrar pela esquina, meio perdidos entramos pelo caminho do ônibus e nos dirigimos ao ponto do 213, estranhei quando vi o pessoal entrar no ônibus sem pagar e perguntei a uma jovem ao nosso lado sobre porque não pagavam a volta e ela me informou que entramos pelo lugar errado no terminal, tinha que dar toda a volta, pagar e entrar pela outra roleta e que tivemos sorte da segurança não nos parar, enfim, acabamos voltando sem pagar, falha nossa.
.
Encontrei o Miguel, a quem não conhecia pessoalmente, no shopping juntamente com o Julio Cordeiro e o Paulo de Pernambuco, e conheci outros baleias, o Enio, o Sílvio, o Wu, o Hoffmann, a Meire, a Marines, o Mateus, o Tinil, putz, se esqueci de alguém me desculpe, peguei meu kit e fomos para o hotel onde eles estavam, bem ao lado do meu, quando então recebi meu manto coral, foi uma tarde agradável, chegaram mais baleias do Paraná, que infelizmente agora também não me lembro os nomes, alguns tomando "algumas cervejinhas", concentração né Julio e Tinil? fiquei impressionado que esse pessoal no domingo estava inteiro e correu muito,tiramos muitas fotos, marca registrada baleias e conheci também a Suzi do Projeto 42 asas e ganhei um botom para correr a prova, ao final da tarde fui para o hotel descansar e aguardar o domingão.
.







Domingo
.
Cinco da manhã o relógio me acorda, fiz toda a minha preparação, o café no hotel iniciava-se as 4:30hrs, excelente, cheguei na área da largada por volta das 6:15hrs para assistir o início do feminino, encontrei a turma baleias e o pessoal de Pernambuco, muitas fotos, muita alegria, bate papo descontraído.
.
Ao concluir a Maratona fui recebido com um forte abraço pelo Silvio, ele só podia ser baleias, a alegria dele era contagiante, ainda na adenalina da prova, e pelos gritos dos e das baleias que já haviam chegado, e confesso que não esperava, devo ter passado imagem de arrogante porque juro, pensei que não fosse para mim, na emoção não olhei direito, minha esposa me alertou depois, de fato sou um aprendiz nesse convívio espetacular de se correr em equipe, com uma identificação tão forte como a dessa camisa e ser reconhecido por isso, em Curitiba quero fazer melhor. Chegada do Silvio - esse é baleias
.
Saímos do hotel por volta das 13:00hrs direto para o aeroporto, esse foi meu grave erro, mais abaixo conto o porquê, embarquei muito feliz de volta a São Paulo, foi um final de semana contagiante, que repetirei muitas vezes, quero conhecer todos os baleias, agora sou parte desse mundo, capitaneado pelo Miguel Delgado.
.
A prova
.
O calor era forte já às 7:30hrs, a largada atrasou possivelmente uns 5 ou 10 minutos, nem notei, saí num bom ritmo, mas o mistério do percurso desconhecido me deixou apreensivo, vi o Sílvio correndo mais adiante e passei a segui-lo, o ritmo dele era muito bom, foi uma armadilha para mim, porque eu não sabia se suportaria aquele ritmo, bem mais forte do que aquele que treinei, na primeira ferradura da prova ouvi um grito de apoio, era o Julio Cordeiro que já voltava, enquanto eu ia, essa foi a tônica entre eu e ele, lá pelo quilômetro 15 ou 16 me aproximei bastante do Sílvio e continuei nessa perseguição, acho que ele nem percebeu, passei a meia em 1h50min., me sentindo muito bem, mas o sol era bem forte, certamente acima de 30 graus, havia muita festa com a chegada do pessoal que corria a meia, segui em frente e a partir daí tudo mudou.
.
O percurso passou a ser uma seqüência, para mim, interminável de subidas, a cada curva uma subida e aquilo foi minando minhas forças, meu objetivo era correr a segunda metade em 2hrs e fechar em 3h50m batendo meu recorde pessoal, para isso eu teria que passar no Km 33 em 3h cravadas, mas eu sentia a cada passo que as forças estavam acabando, o Sílvio desapareceu do meu campo de visão, com aproximadamente 300 corredores na prova masculina passei a sentir uma certa solidão, um corredor bem a frente, outro bem atrás, acostumado que estou a provas com muita gente, estranhei bastante e embora eu treine sozinho, na corrida me fez falta a companhia de outros companheiros correndo comigo; passei o km 30 com 2h50mins, vi que não dava mais e passei o km 33 com 3h08min, entre o km 30 e o km 33 encontrei a parte mais difícil para mim, outra ferradura, desta feita enorme, uma boa descida na ida, mas a volta foi inclemente, uma subida que me castigou demais, mais uma vez cruzei com o Julio Cordeiro, que só vi porque ele gritou e com o Sílvio, eles subindo, eu descendo, depois inverteu, eu subia e quem descia era o Wu e o Ênio e mais atrás o Hoffmann.
.
Eu tinha 9 kms para percorrer em 42mins., em condições normais daria, não ali, naquele percurso duríssimo, porque as subidas não acabaram aí, muitas outras vieram e minaram de vez minhas forças, paguei o preço de fugir do meu padrão de início de prova, e por volta do 36 ou 37 km tive que caminhar um pouco para tirar a pressão na panturrilha, que já reclamava muito. Interessante meu diálogo interior, em determinada altura quando vi mais uma subida, pensei, não isso é desumano, vou parar e imediatamente outro pensamento, você veio aqui para isso, trata de seguir em frente, rsrsrsrs, era uma luta interna, meio louco, só quem corre longas distâncias entende isso, enfim é claro que prossegui.
.
Busquei ainda fechar em 4hrs cravadas, mas os últimos quilômetros não passavam na velocidade que eu desejava, quando passei a placa de 40km meu relógio cravava as 4hrs., média de 10kms por hora, aí relaxei e fiz bem porque ainda havia o tiro de misericórdia, após o km 41 outra ferradura e mais uma subida para entrar no shopping, todos os corredores, sem exceção, embora não fossem muitos, caminhavam naquela última e nocauteadora subida, comigo não foi diferente, andei um pouco mais, percebi que estava acabando, caí na real, eu era baleias, e como me disseram no meio do percurso, - vai baleias! baleias não desiste! ou então: - isso aqui é Maratona ou mar? só dá baleias! ou ainda: - que baleia bonitinha, vou tirar uma foto para mim, essa eu ri, é claro que ela falava da baleia da camiseta, rsrsrsrs, minha esposa me disse que tem certeza que sim, rsrsrsrsrs, pois bem caí na real, voltei a correr, abri um largo sorriso e cruzei emocionado a linha de chegada, o relógio cravou 4h16m, média de 6m04s/km; é interessante porque voltando ao relato dos meus treinos longos preparativos para essa maratona, em todos eu corri por volta dessa velocidade, e num dos relatos projetei a maratona entre 4h15m e 4h17m, não era o que eu queria mas bateu a projeção.
Fiquei muito, mas muito satisfeito, não me machuquei, não tive qualquer problema, que não caminhar um pouco por erro de estratégia (o Sílvio me quebrou, rsrsrsss), nenhuma dor, hoje já me sinto bem, foi minha sexta Maratona e tenho certeza de que aprendi um pouco mais, a maior certeza entretanto é que ainda não sei correr Maratonas, preciso de muitas outras para aprender, se é que se aprende tudo sobre elas, a cada percurso, a cada cidade, a cada temperatura diferente tudo muda, a Maratona é uma prova fascinante.
.
Infelizmente não pude esperar os amigos, não vi o pessoal chegar, tinha que sair do hotel até às 12:00hrs e ir embora, cometi um erro grosseiro, não participei da confraternização no domingo a tarde, mas ficou o aprendizado, peço desculpas a meu capitão e CEO Miguel Delgado e digo que para Curitiba vou embora somente na segunda feira, rsrsrsrs.
.
Sobre o percurso e a organização
.
Falo aqui do meu ponto de vista pessoal, a organização da prova foi impecável, a melhor hidratação dentre as Maratonas que participei, muita água bem gelada, vários postos com gatorade e coca cola, aliás foi a primeira vez que tomei coca cola numa Maratona, passei num posto e o rapaz gritou gatorade ou coca cola? Respondi, os dois, rsrsrsrsrs, e levei os dois e ainda um copo de água na seqüência, gel de carboidrato, não sei se em dois ou três postos, não peguei porque havia levado o meu, azeitona também, essa eu não peguei, nunca testei não quis arriscar, uma moradora com um providencial banho de mangueira, aquilo foi maravilhoso, quase que fico por ali mesmo; o apoio da população também foi bacana, nos cruzamentos, ao menos quando passei, os motoristas aguardavam pacientemente, sem businar (Curitiba vamos aprender com Londrina, rsrsrs), somente na rodovia haviam buzinas, mas aí acho que são viajantes, não moradores locais. Vi somente um caso em que uma senhora desceu, retirou o cone da rua e o motorista avançou com o carro, imediatamente o policial apitou, passei na hora em que o policial dizia: - agora você vai esperar aqui, e a senhora retrucou, - nós damos ré novamente, e o policial: - não minha senhora, vocês vão esperar aqui todo mundo passar; e eu pensei: - é, acho melhor esperar porque o homem não está brincando, rsrsrs, gostei da atitude dele, podia ter sido eu o atropelado pois era quem passava ali naquele momento, rsrsrrs, na chegada salada de frutas a vontade, bolacha salgada, água, gatorade, massagem e uma bela medalha.
.
Quanto ao percurso, acho que maratonista não deve reclamar de subidas, eu procuro não fazer, como sugestão acredito que a última subida, já no km 41 para entrar no shopping podia ser repensada e ao meu ver a maior falha foi correr dentro do estacionamento no sub solo, você vem num sol fortíssimo, desce e mergulha na escuridão, lá dentro alguns cones marcam o caminho a seguir, eu que já sou meio cegueta sem óculos, sozinho, fiquei meio perdido, o piso lá não é adequado e a descida é feita para segurar os pneus dos carros, não para correr, a saída de lá também é ruim porque aí volta aquela claridade imensa, então acho que dá para repensar esse final, imagino um corredor de elite correndo lá dentro, não ficou legal.
De resto, fim de semana perfeito, agora é descansar e treinar para Curitiba, antes vou correr a primeira Meia de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, eu e o manto coral obviamente.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Pré Maratona de Londrina

"Vou pegar o primeiro avião com destino a felicidade....", rsrsrsrs.
Tò indo, Londrina me espera, vou fazer o que amo, correr, conhecer gente, dar risada.
Inté.....

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Tá chegando a hora!!!

Seg - 6km
Ter - academia
Qua - 10km
Qui - academia
Sex - 10km
Sab - off
Dom - 14km
.
Última semana de treinos, e agora é aguardar a prova, a temperatura caiu muito aqui em SBC, tá um frio bem forte, eu faria dois treinos leves essa semana, mas a persistir esse frio, deixo tudo para domingo, não vou correr o risco de pegar uma gripe.
Tá chegando a hora da Maratona e a hora de eu me tornar verdadeiramente Baleias, vestir a camisa e ganhar identidade, pena que até lá existem 5 dias de um certo tédio, frio e trabalho, mas já, já chega.
Semana que vem quero assumir o jeito Baleias de postar, com fotos e tudo mais, sem a tarimba do Miguel Delgado, que esse dom pertence a ele, mas vou tentar fazer o melhor no post sobre a Maratona de Londrina, sou ruim de fotos, vamos ver se meu ajudante me dá uma força, isso se ele não preferir ficar dormindo no hotel, rsrsrs.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Sou Baleias !!!!

Acabo de receber ligação do CEO Baleias Miguel Delgado, diretamente da sede mundial Baleias em BH com a informação de que passo a ser integrante dessa fantástica equipe.

Recebo o manto coral em Londrina, onde o estrearei na Maratona.

Não esperava esse contato por telefone, confesso que fiquei até um pouco nervoso ao ouvir a voz do "homem", rsrsrsrs, mas como somos TIM tudo deu muito certo.

Estou feliz, é mais um passo importante para mim, importantíssimo aliás, meu objetivo com as corridas é deixar o invólucro "ABC Paulista" e partir para o Brasil e quem sabe o mundo, e sendo Baleias meio caminho está andado, o resto, depende de mim.



segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Específico - Semana 2

Seg - 16km
Ter - academia
Qua - 15km (perdido)
Qui - academia
Sex - 14km
Sab - off
Dom - 32km
.
Eu sabia que chegaria o dia, e ele chegou, na quarta feira perdi um treino de 15km, esse ano perdi até agora 4 treinos, 2 em Maio, 1 em Junho e agora esse em Agosto, é claro que está excelente, mas eu tenho uma cobrança interior muito forte e perdi o treino por cansaço mesmo, fiz academia na terça a noite e na quarta pela manhã estava muito frio e garoa, não tive coragem, optei pelo descanso, mas fiquei chateado.
Estava com o longão programado para sábado, 32km, o último antes da Maratona, mas na última hora o chefe me convocou para o trabalho, e lá vou eu no sabadão para o escritório, eeeeoooo vida de gado..., já diria Zé Ramalho, rsrsrsrs.
Fiz o longo no domingo, fechei em 3h01m07s, até achei que fecharia abaixo de 3 horas mas não deu, o clima estava excelente, meu corpo reagiu muito bem e só então agradeci por ter aberto mão do treino de quarta feira, vai entender cabeça de corredor.
Bem, essa semana reduzo o volume, o treino mais longo será de 14km no sábado ou domingo, a depender do humor de chefe, rsrsrs, hoje pela manhã fiz um regenerativo de 6km, farei mais dois contínuos de 10km e duas sessões de academia durante a semana, portanto corro 42kms na semana, semana que vem é a da Maratona e aí somente dois treinos de 10km e uma ou duas vezes na academia, portanto piso no freio legal, espero descansar ativamente e chegar disposto no dia 28.
Pelo treino de ontem, nas mesmas condições, mantendo-se o ritmo eu projeto que fecharia os 42k em 4hrs cravadas, é claro que no dia tudo pode mudar, mas percebi uma boa evolução, acho que dá para lutar por uma Maratona sub 4hrs, é o objetivo, já o sonho é correr abaixo de 3h53mins, meu recorde, já vi tudo, essas duas próximas semanas serão de ansiedade e imaginação. É isso aí.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Específico - Semana 3

Seg - 8km
Ter manhã - 16km
Ter noite - academia
Qua - off
Qui - academia
Sex - 15km
Sab - 31km
.
Foi uma semana bem tranquila, realizei todos os treinos propostos, fiz mais um longão acima de 30kms. e me sinto bem.
Esta semana será a última com treinos mais longos, já fiz hoje pela manhã 16kms e farei musculação a noite, pretendo cumprir mais um longão no sábado e aí as duas semanas seguintes serão mais leves buscando descansar mais. Está sendo uma preparação bem diferente da que fiz para correr a Maratona de SPaulo, na teoria acho que estou melhor, porém só saberei com certeza no dia 28/08 em Londrina.
Essa semana reservei hotel e tudo está caminhando bem, fiz inscrição para a Maratona de Curitiba que esse ano será organizada pela Latin Esportes e não diretamente pela Prefeitura, a expectativa é de melhora na organização, também já reservei vôo para lá, a prova será em 20 de Novembro. Por ora é isso, tudo em paz.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Meia Maratona de SBC

Seg - 7km
Ter - Academia
Qua - 16km
Qui - Academia
Sex - 15km
Sab - off
Dom - 34km
.
Ontem foi realizada a meia maratona de SBC, inscrito para a prova, optei por encaixá-la no meu longão de 34km e o resultado foi muito bom.
Moro a 6,5kms da largada e fui correndo, fechando essa primeira parte em 36mins. com média de 6min/km. um pouco menos, cheguei às 8h10m, portanto a 5 minutos da largada da meia, não podia ser melhor, o tempo estava bem fechado, e caía uma leve chuva que logo se dissipou, parti para a prova sabedor de que era parte do meu treino e assim tentei não acelerar muito, pois poderia quebrar, me senti muito bem e corri bem solto, lembro-me que foi na meia do ano passado que tive minha contusão mais séria, e ontem corri alegre por ter me recuperado e estar ali novamente, gostei do desempenho especialmente nas subidas, o percurso não é muito fácil e fechei os 21km em 1h49m32s com média de 5m11s/km., acho que se eu fosse somente para a meia o tempo seria melhor, mas ainda haviam 6,5km de retorno para casa, peguei a medalha e o lanche e voltei imediatamente no sentido contrário da prova, agora bem mais cansado fechei a volta em 40mins., no total foram 34kms em 3h05m32s com média de 5m27s/km., o tempo está dentro do que pretendo para a Maratona no final do mês, entretanto a grande batalha é manter o ritmo, porque os últimos 6km fui bem lento e ainda haveriam mais 8km para fechar os 42km, mas acho que estou no caminho certo, me parece que a musculação está fazendo um efeito positivo, mas ainda é cedo para maiores avaliações.
A meia foi muito bem organizada, sem sobressaltos ou falhas pelo que eu possa ter notado, foi vencida por um corredor do Quenia em 1h05min., ah se eu conseguisse baixar 44mins no meu tempo, rsrsrsrsrs. Foram 5.500 inscritos entre meia maratona e 5kms, e cheguei na posição 576 da meia. É isso aí.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Específico - Semana 5

Seg - 10km
Ter manhã - 15km
Ter noite - academia
Qua - 15km
Qui - academia
Sex - off
Sab - 36km
Dom - off
.
Essa semana destaco o longão de 36kms; ele deveria ser realizado na USP mas, mais uma vez tive que ir ao escritório no sábado por isso o fiz no ABC, tracei um percurso que passa pelos três municípios, Santo André, São Caetano e São Bernardo, o interessante é que quando criança eu morava em SAndre e meu pai trabalhava em SBC, de vez em quando eu ia com ele, eram dois ônibus, eu achava que estava viajando, na minha cabeça era muito longe, hoje passo correndo pelo bairro onde morava em SAndré saindo de SBCampo e nem estou na metade do percurso, mas sempre me lembro disso quando passo por lá correndo; o treino foi muito bom, fechei em 3h39m50s ou média de 6m06s/km, isso dá 15% acima do que pretendo correr em Londrina, corri tranquilo, não forcei em nenhum momento, tenho ainda um mês de treino para tentar baixar esses 15%, vamos ver se vai dar, a partir do km. 30 uma dor na parte de fora da coxa esquerda começou a incomodar e persistiu até o final do treino, a noite doeu bem, não tinha posição para dormir, hoje está melhor, essa dor situa-se entre o final do quadril e início da coxa, bem na lateral, mas acho que é normal devido ao esforço.
Acredito que eu poderia correr mais 6kms fechando os 42km, mantido o ritmo eu fecharia em 4h15mins, mas não o fiz, julguei desnecessário.
Bem, no próximo domingo teremos a Meia de São Bernardo, conheço o percurso de olho fechado, mas é uma prova importante para mim, a única que corro na minha cidade.
Por ora é isso, vamos em frente.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Específico Semana 6

Seg - off
Ter manhã - 10k
Ter noite - academia
Qua - 15k
Qui - off
Sex - 12k
Sab - 26k
Dom - off
.
Semana bem complicada, o trabalho atrapalhou um bocado, mas como a megasena ainda não sorriu para mim vou tentando contornar os problemas, consegui ir a musculação somente em 1 dia, nos outros trabalhei até tarde e não houve tempo, também tive que antecipar o longo de 26k do domingo para o sábado, dessa forma abri mão de um dia de treino, correndo somente 4 dias, enfim, fugiu legal da minha programação, mas vamos em frente.
Gostei de levantar mais tarde no domingo, já tendo cumprido o longão no sábado, assim para essa semana mudei, a segunda feira que era livre, não será mais, hoje já corri pela manhã, o longão será de 35k e planejo fazê-lo no sábado na USP, assim deixarei novamente o domingo livre. As mudanças são infinitas, estou sempre mexendo na rotina de treinos, espero que fique melhor. Por ora é isso.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Semana 7 - Específico

Seg - off
Ter - manhã - 10km asfalto
Ter - noite - academia
Qua - 14km asfalto
Qui - academia
Sex - manhã - 15km asfalto
Sex - noite - academia
Sab - 10km asfalto
Dom - 21km asfalto
.
Semana bem cansativa, foi a primeira que cumpri completa após a Maratona de Sampa inserindo além dos treinos na rua, a musculação, e preguei, mas estou me sentindo muito bem em que pese o imenso frio de manhãzinha. Tenho feito um trabalho na academia com pouco peso e muita repetição, e não pretendo fugir muito disso.
Foram 70kms de treinos na rua e para ajudar tive que ir ao escritório no sábado para resolver algumas pendências e não pude correr na trilha como previsto, ou seja, corri na rua, fui ao trabalho e ainda peguei a esposa em casa e fomos ao supermercado, é fácil ou não vida de amador?
Para esta semana a previsão é manter o ritmo e esticar o longo de domingo para 26k, além de voltar a trilha no sábado para variar o tipo de piso nos treinamentos.
Espero que nas próximas 7 semanas que antecedem Londrina eu consiga manter esse ritmo e tenho certeza de que chegarei melhor preparado para a Maratona. Bons treinos a todos.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Semana 8 - Específico

Seg - off
Ter - off
Qua - musculação
Qui - off
Sex manhã - 12km asfalto
Sex noite - musculação
Sab - 12km trilha
Dom - 14km asfalto
.
Após dez dias de descanso iniciei a preparação visando a Maratona de Londrina, serão 8 semanas onde, como novidade, incluí, depois de muito relutar, a musculação.
Consegui convencer a esposa a ir junto comigo, foi um grande passo já que ela era sedentarismo total, passou o final de semana com tudo quanto é dor, mas iniciou, quem sabe ela evolui para as corridas de rua, veremos, mas o mais importante é que ela me força a ir para a academia que fica a exatos 10mts do meu prédio, rsrsrs, pois é tenho por vizinha uma academia e nunca fui.
Dessa vez, depois da dureza da Maratona de Sampa onde sofri muito, quero chegar melhor preparado e não escondo minha vontade de voltar a correr sub 4hrs, se não der tudo bem, mas que eu vou lutar muito, vou, por ora é isso.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Semana de descanso

Após a Maratona de Sampa veio o descanso. Estou em férias das corridas no período de 20 a 30/06, são onze dias para me recuperar totalmente e reiniciar o período de 8 semanas visando a Maratona de Londrina.
Ontem fiz matrícula na academia, hoje inicio o fortalecimento, esse é um diferencial na preparação, espero chegar mais forte em Londrina, dia primeiro recomeço os treinos na rua, tô criando coragem para enfrentar o frio. É isso aí.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Maratona de São Paulo

O tom desse post poderia ser de total tristeza e decepção ou de total alegria e vibração, tanto faz, vivi ontem um misto de sentimentos que somente quem corre Maratonas pode entender.


Começo pelo fim, venci, estou muito feliz, foi meu pior tempo nas cinco Maratonas que corri e foi aquela em que senti o quanto é doce o sabor da vitória.


Por incrível que pareça o sol apareceu neste domingo, depois de tanto frio e tantos treinos no frio, a Maratona seria no sol, e que sol para essa época do ano, quem está em casa não tem a mesma sensação de calor, me lembrei da fórmula 1, a temperatura no asfalto era outra.


Largada as 8:35hrs, bem, disso já sabíamos, a turma do 10k e do 25k junto, também já sabíamos, a ideia éramos correr eu e meu amigo Fernando, juntos, já que treinamos os longos juntos, e assim fomos, no início da prova encontrei com um "Baleias", Ivo Cantor, e mandei abraço ao pessoal da equipe que ainda não conheço pessoalmente, e seguimos nossos caminhos, já no km. 9 o Fernando sentiu uma fisgada na panturrilha e parou no atendimento médico, eu prossegui e tentei manter um bom ritmo na primeira metade da prova, mas cravei 2hrs na meia e vi que não estava bom, perdi 10mins., queria cruzar os 32k abaixo de 3hrs., minha estratégia estava correndo risco, correr Maratona não é o mesmo que correr duas meias.


A partir dos 25k senti muito o cansaço, senti falta de combustível e o corpo pesou muito, a cabeça queria mas o corpo não obedecia, o ritmo caiu vertiginosamente e passei os 32k com 3h18min., um atraso considerável que me abalou e no 33k com ameaça de caimbra andei pela primeira vez, o Fernando me ultrapassou e a partir daí foi um misto de trote e caminhada até o 36k, desisti do relógio e foquei em chegar.


Nos 36k um outro amigo, o Graciano me aguardava para me "puxar" até o final, com o moral baixo e o cansaço físico acentuado me arrastei atrás dele, que posso dizer, foi meu anjo salvador porque eu estava prestes a desistir, o sol castigava e eu tomava um verdadeiro banho de água em cada posto de hidratação, aliás organização impecável, nada faltou, me lembrei da frase do Dean Karnazes que li em algum blog de amigo, se precisar, se arraste, rasteje, mas não desista e foi isso que fiz.


O mergulho no túnel foi o momento mais difícil da corrida, o Graciano, no gás, gritando comigo e eu reagindo, na saída do túnel 38k alcançamos o Fernando e seguimos juntos, senti muitas dores na coxa e panturrilha esquerda, mas o mais grave foi o peito do pé esquerdo que inchou bem, não sei ainda o porque, nunca me aconteceu, quanto mais dores mais eu buscava forças e agradecia a Deus por poder tentar, por mostrar a mim mesmo que eu podia, no 41k o Fernando abriu e seguiu na minha frente, e eu passo a passo, pouco a pouco vi a linha de chegada, mantive o passinho, devagar e sempre e cheguei, 4h43m43s resultado não oficial, foi uma batalha, longe do meu melhor tempo, mas isso não importava.


Me sinto hoje diferente, mais forte, mais confiante, penso que eu poderia ter ficado em casa dormindo, que eu não precisava ter levantado as 5hrs da manhã para treinar, mas eu fiz porque eu tenho uma paixão, eu tenho dentro de mim esse desejo de fazer cada vez mais, eu li outro dia uma frase não se de um humorista que dizia que na Maratona meia dúzia vai para correr o resto para fazer palhaçada, eu tenho certeza que esse cara nunca tentou, eu vi pessoas lutando muito para alcançar seu objetivo, eu vi gente exausta deitada nas calçadas, nos gramados, eu vi gente alongando com o rosto contorcido em dor para tentar prosseguir, eu vi jovens, idosos, mulheres, muitas mulheres, como são fortes nossas mulheres, expressões concentradas, trotanto com dificuldade e seguindo, sonhando com a linha de chegada, eu vi a força interior que possui o ser humano, eu vi na chegada o sorriso de quem tanto sofreu, 2hrs, 3hrs, 4hrs, 5hrs, 6hrs, o sorriso era o mesmo, ontem eu vi tudo isso e muito mais, eu queria que todo mundo uma dia tentasse, nem que fosse uma única vez correr os 42k, eu queria que quem escreveu aquela frase viesse ao menos sentar na arquibancada e assistir a chegada da Maratona, mas que ficasse lá desde a chegada dos elites até o mais humilde amador, ele pediria para que sua frase fosse esquecido, ele reescreveria essa frase, tenho certeza que se todos tentassem uma única vez, a partir daí o mundo seria muito melhor.


Bem, vamos em frente, essa semana é descanso total, estou pensando no que errei, e eu errei muito, vou mudar muita coisa na minha preparação, é certo que fiquei um ano e meio sem correr Maratonas, o ano de 2010 foi somente de contusões, dessa vez não me machuquei, ótimo, mas com medo de me machucar reduzi muito o volume, o que refletiu no meu desempenho ontem, também senti fraqueza muscular, falta da academia, que detesto, mas acho que vou me render a ela, terei nove semanas até Londrina, pretendo chegar lá bem mais fortalecido. É isso aí.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Específico - Semana 2

Seg - off
Ter - off
Qua - 10km
Qui - off
Sex - off
Sab - 16km
dom - 13km
.


.


Chegamos enfim a semana 1, domingo é a Maratona de SPaulo, me sinto preparado, pronto para enfrentá-la, estou confiante e tranquilo, apenas um pouco ansioso. Já pensei em muitas estratégias para a prova e concluí que a estratégia será a mesma que utilizei nos longos de 32k, sair lento e deixar o ritmo acontecer naturalmente, a ideia é correr sempre, mesmo que muito lentamente, alimentação e hidratação também será igualzinho a utilizada no longo e até a roupa será a mesma, não inventarei nada, são detalhes que gosto de contar porque ao escrever eles se fixam em minha mente.


Foram 101 treinos programados e 99 realizados (98%); foram 1.228kms programados e 1.208kms percorridos (98%) já considerando a Maratona, perdi apenas dois treinos de 10k nesse primeiro semestre, se considerarmos os 170 dias do ano até 19/06 seria o mesmo que correr 7,3kms todos os dias sem descanso, não faço musculação, faço pouquíssimo alongamento, fiz treinos em asfalto e trilha e específicos em subida, não fiz tiros ou intervalados, fiz somente o que me agradava, talvez por isso o baixo índice de treinos não realizados.


Tenho objetivos, o primeiro correr abaixo de 4hrs., depois, se possível, abaixo de 3h53min., sem andar, mas de verdade meu maior objetivo é estar na linha de largada, partir e cruzar a de chegada, sou um pouco emotivo, reconheço, latino por natureza; tenho que trabalhar a semana toda, mas quando paro para pensar sobre Maratonas, sobre o esforço da preparação, sobre madrugar para correr, sobre cuidar dos filhos, pagar as contas, passear com a família e ainda correr e correr, não há como não dar um nozinho na garganta.


Bendito o corpo que Deus me deu e o esporte que colocou à minha frente, quando corro 2, 3 horas sem parar, lembro-me de Deus, porque não há máquina mais perfeita, trabalho mais primoroso, é por Ele que correrei antes de mais nada, por Ele que meu deu esta grata oportunidade.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Maratona de Londrina

Em certo momento dos meus treinos para a Maratona de SPaulo, cheguei a duvidar se correria alguma Maratona no segundo semestre, o cansaço pegou forte, e pensei em não correr Curitiba.
Depois lendo o blog do Miguel Delgado da Equipe Baleias vi comentário dele dizendo que havia feito inscrição para a 1ª Maratona de Londrina, de imediato entrei no site da Maratona, depois consultei o site da TAM, preços atraentes, não deu outra, estou inscrito, 28 de Agosto - Maratona de Londrina, depois em Novembro - Maratona Curitiba, antes de tudo isso 19 de Junho - Maratona de SPaulo. Estou feliz, é isso.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Específico - Semana 3

Seg - off
Ter - off
Qua - 10km
Qui - off
Sex - off
Sab - 16km
Dom - 14km
.
.

Penúltima semana de treinos, ultrapassei a marca de 1000kms corridos nessa preparação, e, como informei anteriormente, reduzi para três sessões de treinos somente, o que me fez muito bem, já que não enfrentei o frio das 5 da matina, e corri, principalmente no domingo, numa velocidade bem maior que aquela que quero desenvolver na Maratona.

A semana 2, última de treinos, será idêntica a semana 3, acho que não há mais nada para inventar, agora é manter a forma nesses poucos treinos e aguardar a prova.

Já a semana 1, que vi em alguns blogs que muitos chamam de semana zero na contagem regressiva, eu prefiro chamar de 1 mesmo, terá apenas uma rodagem leve de 10k em um dia entre terça e quinta e será a semana da alimentação e hidratação, tenho certeza que tudo dará certo. É isso aí.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Específico - Semana 4

Seg - off
Ter - off
Qua - 6km
Qui - off
Sex - 10km
Sab - 16km
Dom - 18km
.
.



Estamos na reta final de preparação e o volume tem diminuído cada vez mais, nessa semana 4 foram 50kms em 4 sessões de treinos, nas semanas 3 e 2 serão 40kms em três sessões de treinos e a semana 1 terá 1 sessão de treino de 10k e a própria Maratona.



Não sei se esse meu plano de preparação é o melhor, mas num ponto acho que acertei, até agora nenhuma lesão; lesões que me fizeram correr a Maratona de SP2009 com muita dificuldade, a Maratona de Curitiba2009 a base de uma injeção de diprospan, lesões que me tiraram das Maratonas em 2010, portanto, ao perfilar para a Maratona de SP2011 em 19junho já estarei emocionado, porque sei que me cuidei melhor e não me machuquei.



De agora em diante, três últimas semanas, tenho que controlar a ansiedade, minha vontade é de treinar todos os dias, fazer longões aos domingos, mas esse tempo passou, agora é descanso, agora é correr três dias por semana entre 10 e 14km em cada dia e só.



Se essa fórmula se mostrar adequada, usarei-a no segundo semestre, veremos.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Específico - Semana 5

Seg - off

Ter - 10km

Qua - 4x1000mts subidas

Qui - off

Sex - 10km

Sab - off

Dom - 32km

.

.

Semana que começou com muito frio, e o treino logo de manhãzinha foi bastante sofrido, a minha expectativa era pelo segundo longão de 32k, o último grande longo antes da Maratona e que serviria para me fortalecer especialmente psicologicamente, e foi muito bom o treino, cumpri em 2h53m com média de 5m25s/km, 3 minutos abaixo do primeiro longo de 32k e neste domingo o tempo estava um pouco mais quente, o que me mostrou que houve uma evolução razoável.

Nesse treino fui pensando numa estratégia para a Maratona, tenho alguma coisa definida, mas no dia é que veremos.

Cometi um erro infantil, não passei vaselina nos peitos e a camiseta me cortou, conclusão, dei o sangue nesse longo, cheguei com a camiseta toda manchada de vermelho, erro primário, mas, treino é para isso mesmo.

Agora nas últimas 4 semanas redução cada vez maior de volume, já nesta semana não treino mais as terças, reduzirei para 4 dias por semana, os últimos três longos serão de 18, 14 e 14k, espero com isso chegar bem descansado. Aí estão meus planos, espero que sejam úteis a quem possa se interessar, dicas e sugestões são sempre aceitas.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Específico - Semana 6

Seg - off
Ter - 10km
Qua - 4x1000mts - Subidas
Qui - off
Sex - 9km
Sab - 14km
Dom - 27km
.
.


Semana muito boa de treinos, na quarta o treino em subidas foi excelente, me senti bastante bem e no domingo o longão serviu para me mostrar que estou no caminho certo, mantive média de 5m34s/km, já no longão anterior de 32k mantive média de 5m30s/km, diferença justificável em minha análise, pelo fato de o percurso do longo de 27k ser mais difícil, aproveitei para relembrar minha melhor participação em Maratonas que foi em Curitiba/2009 onde fechei em 3h53min ou média de 5m32s/km mais ou menos, ou seja, estou com o ritmo da prova, porém em treinos menores, porque correr 27 ou 32k é bem diferente de correr 42k mas estou animado, acho que posso correr no mesmo nível, faltam 5 semanas, no domingo que vem o treino é de 32k e depois virá uma diminuição gradual, já que após esse treino restará somente o chamado polimento nas três semanas seguintes. É isso aí.


Acabo de ler sobre a morte de Samuel Wanjiru, cara que eu vi bater o recorde olímpico da Maratona em Pequim/2008 com 21 anos de idade e aprendi a admirar, o mundo das Maratonas ficou mais triste sem dúvida.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Específico - Semana 7

Seg - off
Ter - 12kms
Qua - 12kms subidas
Qui - off
Sex - 8kms
Sab - 14kms
Dom - 24kms
.
.

Essa semana iniciei os treinos em subida, embora eu corra em percursos com boas subidas, um treino específico faz muita diferença durante a prova.

Restam 6 semanas e tenho um longão de 26kms e outro de 32kms para fazer nos dois próximos domingos, assim o volume durante a semana será reduzido, os treinos serão de 1 hora de duração, onde pretendo correr 10k no máximo, sendo um deles em subida.

O planejamento segue, a disciplina também, vamos em frente.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Específico - Semana 8

seg - off

ter - 0ff

qua - 15km

qui - off

sex - off

sab - 16k

dom - 21k

.

Após o longão de 32k, programei uma semana mais leve, visando me recuperar, assim descansei segunda e terça, na quarta corri 15k e novamente descansei quinta e sexta, voltando a correr 16k na trilha no sábado e 21k no percurso da meia de SBC no domingo, mesmo assim me senti extremamente cansado e no domingo fechei os 21k em 2h04min., me arrastando.

Estou sentindo uma certa exaustão, credito um pouco ao fato de que, no domingo não tomei malto antes e levei somente um gel para o treino, também não tomei gatorade durante e nem depois, acho que tudo isso fez diferença, quero acreditar nisso.

Fechei 4 meses de treinos, foram 77 treinos e 862kms programados e realizados, nenhuma falta sequer, uma média de 11km por treino.

Restam 7 semanas para a Maratona e ainda um longão de 32k a realizar, vou seguir a programação, mas sei que a preparação tem exigido muito de mim, não estou na mesma forma de 2009, o ano de 2010 foi de contusões seguidas e estou sentindo o baque, já estou colocando em dúvida a preparação do 2º semestre para a Maratona de Curitiba, passou levemente pela minha cabeça a ideia de só correr meias no segundo semestre, a conferir depois. É isso aí.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Específico - Semana 9

Seg - off

Ter - 14km

Qua - 15km

Qui - off

Sex - 16km

Sab - off

Dom - 32km

.

.

Primeiro teste de fogo para a Maratona o treino de 32k no domingo foi excelente, é verdade que o clima ajudou muito, depois de três dias de feriado com forte calor, na sexta feira fiz 16k na trilha do parque central com muito sofrimento, o domingo teve clima ideal.

Saímos de SBC às 6h45m com previsão de 3h30min de treino, dos cinco amigos que se propuseram a me seguir somente um apareceu, um dia antes choveu mensagem no meu celular, dor daqui, compromisso dali, normal, rsrsrsrs, o pessoal foge mesmo, seguimos sentido São Caetano, de lá Santo André e finalmente São Bernardo, o ABC completo.

Tomei malto antes de sair, levei três sachês de gel, dois sachês de sal, dinheiro para água, gatorade, e para o ônibus se fosse necessário.

Foi um treino excepcional, me senti extremamente bem correndo novamente um verdadeiro longão, há muito eu não corria assim, controlando o ritmo, dosando a energia, mantendo a uniformidade da passada, as paradas eram rápidas apenas para água e gel, só não consumi o sal, meu amigo Fernando me acompanhou, ele tem menos de 30 anos e 1h34m na Meia de Floripa desse ano, ou seja, me puxaria no treino, concluímos em 2h56m com média de 5m30s/km, muito bom, já projeto uma Maratona, em condições normais, abaixo de 4hrs., temos ainda 8 semanas pela frente e mais um longão de 32k, quando então terei real noção do que poderei fazer, esse percurso do domingo é mais fácil que o da Maratona de SP mas começo a acreditar que é possível o recorde pessoal, ou seja, abaixo das 3h53min. de Curitiba, esse treino me animou, 32k abaixo de 3hrs. é legal para os meus objetivos independente do nível de dificuldade do percurso, é isso aí, vamos em frente.


segunda-feira, 18 de abril de 2011

Específico - Semana 10

Seg - off

Ter - 9km

Qua - 10km

Qui - off

Sex - 6km

Sab - 10km

Dom - 24km

.

.

Semana com treinos relativamente curtos na preparação para uma Maratona, porém com um bom longão, é verdade que os 10k do sábado foram em trilha, num percurso bem acidentado, já o longão no domingo foi interessante, havia uma prova de 10k em Santo André, aproximadamente 7k da minha casa em SBCampo, não deu outra, fomos correndo, éramos em cinco, corremos os 10k e voltamos correndo, um treino muito bom num calor extenuante, para não trazer bagagem tivemos que consumir o kit de chegada ou dar a quem passasse, de volta mesmo só a medalha, tirei algumas lições, a principal delas foi: só corra a distância para a qual se preparou, física e principalmente psicologicamente, no popular, não vá no embalo. Explico:

Junto com a prova de 10k havia uma meia maratona, um dos amigos, o mais rápido do grupo, empolgado com todo o movimento de corredores, mudou de planos na última hora e decidiu correr os 21k, ele é forte, corredor de elite B, correu em 1h30min em que pese os 7km até chegar ao local da largada, mas havia a volta...quebrou, sofreu muito e acabou desistindo, teve que pegar o tróleibus.

Reprogramar a mente e achar que o corpo concordou com a mudança brusca é um risco e tanto, acho que tem que ser treinado, ele não quebraria num treino de 35k, nós já fizemos treino assim, mas quebrou porque não saiu com essa finalidade, se empolgou, mudou e acho que ficou a lição para todos nós, porque ver o melhor do grupo quebrar é uma lição.

Essa semana tem feriadão, tenho um treino perdido e vou tirar a diferença, o longão domingo? 30km. É isso aí.


segunda-feira, 11 de abril de 2011

Específico semana 11 e Meia da Corpore

Seg - off

Ter - 12km

Qua - 15km

Qui - off

Sex - 6km

Sab - off

Dom - 21km

.

.

A semana 11 na contagem regressiva para a Maratona de SP trouxe a Meia Maratona da Corpore no domingo, prova que eu gosto muito, com percurso relativamente fácil, muito plano, avenidas arborizadas em boa parte do percurso, hidratação a contento.

Foi minha segunda prova do ano e a segunda meia, larguei com tranquilidade e os longões surtiram efeito, especialmente na manutenção do ritmo, foi incrível, mas passei o primeiro km em 5mins. cravados e a partir daí e por todo o percurso o ritmo variou entre 5m e 5m07s, nunca mais, nem menos, passei os 10k em 50minutos e alguns segundinhos e previ que a melhora no tempo, se eu não quebrasse obviamente, em relação a meia de SP, onde fechei em 1h59min., seria bastante boa.

Havia marcadores de ritmo e minha ideia era seguir o marcador para o tempo de 1h50min, lá pelo km. 8 alcancei-o, mas eu estava um pouco mais rápido e me sentindo bem, brinquei com ele dizendo que era ele que eu queria e ele falou para que eu diminuisse um pouco, porém mantive o ritmo e comecei a brincar de alcançar corredores mais a frente, marcava um e partia no encalço, gosto dessa tática porque faz o tempo e os kms. passarem mais rapidamente, passei o km. 15 em 1h16mins e vi que dava para ficar abaixo de 1h50min e passei a perseguir 1h45min., minhas pernas obedeciam e o corpo respondia bem, lá pelo km. 17 mirei numa corredora a minha frente e a segui, mas aí tomei um caldo, ela corria muito e eu não me aproximava, mas foi interessante porque me ajudou a esquecer o cansaço, no km. 20 eu ainda a via, mas era nítido que ela tinha se distanciado, enfim, não a alcancei, fechei a prova em 1h46m50s, quase cheguei em 1h45m., acho que faltou um pouco de perna para tirar esse 2 minutos.

Estou muito feliz, acho que estou melhorando bem, resultado da disciplina nos treinos, quero chegar na Maratona no meu melhor, e vou seguir treinando, no domingo tem longão de 30k. É isso aí.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Tragédia no Rio

Cada vez mais tenho motivos para desacreditar da humanidade. Eu pensava que nos dias de hoje estava havendo "apenas" um processo de renascimento de Sodoma e Gomorra, tendo por principal veículo a TV, agora, com essa tragédia, vejo que é pior. A salvação tem que vir do esporte, não há outro meio. . . Desculpem, como pai, eu precisava escrever.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Específico - Semana 12

Seg - off

Ter - 10km - asfalto

Qua - 15km - asfalto

Qui - off

Sex - 6km - asfalto

Sab - 12km - asfalto

Dom - 25km - asfalto

.

.

Primeiro longão de verdade, no domingo fiz 25k, a planilha pedia entre 2h20m e 2h25m, e passei 20 segundinhos, tá bom né? Foram 2h25m20s e o mais importante foi que me senti bastante bem, corri tranquilo, o clima estava propício, percorri todo o percurso da Meia de SBC e acresci mais 4km, quem conhece aqui sabe que o percurso é duro, muita subida, mas foi bem legal, principalmente porque no sábado eu havia corrido 12k nas trilhas do Pqe. Central em Santo André e ainda tive um aniversário a noite, claro que tomei uma cervejinha, bem de leve, não prejudicou em nada.

Foram então 68kms rodados nesta semana, encerrei o terceiro mês de treinamentos, perdi somente um treino de 6k, que na verdade está pendente, acho que no feriadão de abril eu tenho uma dia livre e vou corrê-lo.

Domingo, 10 de abril é a Meia da Corpore, uma prova muito legal, um percurso bem tranquilo, normalmente a organização é impecável, vou para treinar, será treinão de luxo, como fui na Meia de SP, lá cravei 1h59m, agora espero ver esse tempo reduzido, mas sem pressão, para mim é treino e ponto final, corrida de verdade só a Maratona. Bons treinos a todos que passarem por aqui. É isso aí.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Específico - Semana 13

Seg - off

Ter - 12km - rodagem - asfalto

Qua - 11km - fartlek 5'x5' - asfalto

Qui - off

Sex - 6km - asfalto

Sab - 10km - trilha

Dom - 21km - asfalto

.

.

Semana completa, todos os treinos propostos foram realizados e, dentro do planejado, alcancei 60km semanais, é o segundo longo no percurso da meia de SBCampo que faço, e como novidade, reiniciei os treinos, durante a semana, a partir das 5h15min da manhã, até então eu treinava a noite, porém, sempre chove no final da tarde e início da noite, além do que algumas vezes não consigo sair do trabalho num horário que me permita iniciar o treino, e também o trânsito a noite é um complicador, por isso treinando pela manhã, essa questão fica solucionada, o problema vai ser no inverno, mas, tenho que enfrentar. Está previsto para essa semana mais um aumento na km e se cumprir todos os treinos alcançarei 68kms, com um longo de 25km no domingo. Por ora é isso.

terça-feira, 22 de março de 2011

Específico - Semana 14

Seg - off
Ter - 3 x 3km x 3' - asfalto
Qua - 11km - 5'x5' - asfalto
Qui - off
Sex - 6km - perdido
Sab - 11km - trilha
Dom - 21km - asfalto
.
.
Depois de 2 meses e meio de treinos, aconteceu, perdi meu primeiro treino, na sexta feira, apesar de toda vontade de correr, e o treino era curto e leve, a chuva não deu trégua, eu não tenho medo da chuva, mas sair debaixo de uma tromba d´agua não é fácil, quando está chovendo pouco eu saio, se a chuva aumenta no caminho eu não desisto, agora sair no meio da chuva forte é difícil.
O interessante é que fico chateado, achando que minha preparação fica toda comprometida por causa de 6km que não fiz, mas tenho meu mantra, treino perdido, treino esquecido, minha planilha que estava toda amarelinha, agora vai receber uma célula em vermelho, fazer o quê.
Mas a verdade mesmo, é que se houver uma data, eu vou encaixar esse treino, afinal 6k é rapidinho, ou então vou emendar num treino de 10, 11 ou 12k.
É isso, a célula da planilha eletrônica por ora fica sem cor nenhuma, nem vermelho, nem amarelo, vou tentar pintá-la de amarelo brevemente. Bons treinos.

terça-feira, 15 de março de 2011

Específico - Semana 15

Seg - off
Ter - 12km - asfalto
Qua - 6 x 1,5km x 2' - pista
Qui - off
Sex - 6km - asfalto
Sab - 10km - trilha
Dom - 18km - asfalto
.
.
Semana onde o total de kms percorridos começou a aumentar, corri 55km e de agora em diante esse número aumentará, também o longo no domingo que foi de 18km é o mais curto previsto, de agora em diante haverá aumento chegando aos 32km, tenho sentido a mesma leve dor no tendão direito o que tem me incomodado um pouco, pretendo retornar ao ortopedista.
Farei inscrição para a Meia da Corpore, desisti de correr o interpraias, serão 20km em Bertioga totalmente na areia, mas acho melhor não viajar e fazer meus longos aqui mesmo.
Hoje inicio a semana 14 que culminará com o longo de 21km no percurso da Meia de SBC, espero cumprir todos os objetivos da semana. Bons treinos e boa semana a todos os que acessam o blog.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Específico - Semana 16

Seg - off
Ter - intervalado - 2 x 3km x 3' - asfalto
Qua - contínuo - 11km - asfalto
Qui - off
Sex - contínuo - 6km - asfalto
Sab - leve - 11km - trilha
Dom - longo - 16km - asfalto
.
.
Primeira semana de treinos específicos, voltados para a Maratona de SP, e consegui no treino de sexta feira correr os 6km com média de 5m25s/km, a primeira vez abaixo de 5m30s, é certo que foi um treino curto, mas me deixou muito satisfeito.
Aproivetei bem o carnaval e treinei todos os dias, ontem corri 12km com média de 5m22s/km, o que mostrou que meu fôlego está melhorando, já perdi 3kgs e tenho certeza que isto está contribuindo muito, espero perder outros 3kgs, enfim, tudo está caminhando muito bem, dentro do que planejei e espero que assim continue.
Fiz dois treinos debaixo de muita chuva, o que foi muito bom para mim, desacostumado que estava de correr no asfalto molhado.
Na segunda feira comprei dois tênis Mizuno, um Prorunner13, para treinos longos e com o qual correrei a Maratona, me dou muito bem com este modelo, o meu Prorunner12 já rodou mais de 1000kms e ainda faço treinos menores com ele, e comprei também um Vitality (acho que escreve assim) para treinos menores, até 15km no máximo, dessa forma atinjo um antigo desejo, ter um tênis para cada dia de treino, sei lá se é bom mudar tanto, mas eu tinha vontade e fiz, se ver que é bobagem depois eu mudo de novo. Por ora é isso.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Base - Semana 1 e Meia Maratona de SP

Seg - off
Ter - 1x1600mts Pista
Qua - 15k Asfalto
Qui - off
Sex - 6k Asfalto
Sab - off
Dom - 21k - Meia de SP
.
.
Domingo foi dia da Meia de SP, prova que eu gosto muito e que me faz ter certeza de que quem estraga a São Silvestre é a Rede Globo e não a Yescom.
A corrida no Pacaembú é muito bem organizada, tem preço melhor que muitas outras, larga no horário, tem hidratação mais que suficiente, uma bela medalha, camiseta adidas muito bonita.
O kit foi retirado no sábado e, além de folhetos, número de peito e chip, tinha dois géis de carboidrato e um produto para recuperação muscular que não dei importância, além do já famoso pacote de café.
O domingo amanheceu bem quente, saí de casa por volta de 6:15hrs (40 minutos até o Pacaembu), fugi dos flanelinhas e estacionei um pouco mais longe, não usei o guarda volumes já que deixei a mala no porta malas, assisti a largada do feminino e me posicionei mais ou menos na metade do pelotão. Sem grandes objetivos de tempo, mais preocupado em treinar, larguei com calma, controlei bem a velocidade e me senti muito bem até os 13k, depois disso o cansaço bateu forte, o sol castigava mas mantive o ritmo, que não era lá tão forte, somente depois dos 18k é que bateu a veia de competidor, vi que poderia fechar abaixo de 2hrs. mas teria que forçar e não pensei duas vezes, voltar a uma meia depois de 7 meses, a primeira prova do ano, eu tinha que me dar um presente e o fiz, fechei em 1h59m22s ou média de 5m39s/km, é claro que foi meu recorde negativo em meias, distante 21 minutos de meu recorde pessoal, obtido nessa mesma prova, mas foi uma vitória, sem dores, com equilíbrio e dei mais um passo rumo a Maratona.
Finalizo assim as semanas de transição e de base, foram 8 semanas com 36 treinos programados e realizados e 344kms percorridos, agora entro nas 16 semanas de treinos específicos para a Maratona, espero manter a disciplina e progredir cada vez mais, Deus me dará a força que necessito. É isso aí.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Base - Semana 2

Seg - off
Ter - 1x1600mts - Pista
Qua - 15k - Asfalto
Qui - off
Sex - 10k - Asfalto
Sab - 6k - Trilha
Dom - 18k - Asfalto
.
.
A semana que passou mostrou definitivamente a evolução que venho tendo nos treinos. Corri 52kms. O tiro de 1600mts teve seu tempo reduzido, e já posso informar que ontem fiz outro tiro e reduzi mais ainda, chegando a 7m10s ou 4m26s/km, ainda um pouco longe de onde eu estava quando me contundi, mas muito bom, meu ideal é atingir tiros abaixo de 4m/km, entretanto sei que tenho que remar muito para chegar lá. Baixei mais 1 quilo no meu peso, agora são dois a menos e serão cinco até a Maratona, é meu plano.
Já nos treinos de rodagem a marca de 6m/km ficou definitivamente para trás, foram três treinos, de 10, 15 e 18k, sendo que nesse de 18k no domingo atingi média de 5m38s/km, levando em consideração que corri minha última Maratona com média de 5m33s/km, tenho também que remar mais.
Tenho até Junho para atingir essas marcas e quem sabe superá-las batendo meu recorde pessoal na Maratona de SP, é meu objetivo, é para isso que trabalho dia após dia, não perdi nenhum treino esse ano, vou fechar Fevereiro com a Meia de SP, não vou projetar qualquer objetivo, vou na cadência do meu corpo, se me sentir bem acelero, senão reduzo, acho que estou pronto para rodar abaixo de 6m/km mas não vou me cobrar quanto a isso. Treino é treino, jogo é jogo e vice versa já dizia o Jardel, centro avante e filósofo. É isso aí.