quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

A fase está complicada

De fato, embora eu não queira pensar dessa forma, como já disse, lembro do meu filho me dizendo : veja pelo lado bom, e quero ver, mas está complicado.
A verdade é que desde que corri a Maratona do RJ em Julho do ano passado, prova em que saí feliz, ficando a apenas 6 minutos do meu objetivo, não consegui mais emplacar uma sequência minimamente descente de treinos, que me permitisse correr a Maratona dentro dos meus objetivos, assim, desisti de Curitiba em novembro, dei um tempo das corridas em dezembro e voltei em janeiro e não tenho conseguido treinar da forma ideal.
Semana passada fiz apenas três treinos, um no meio da semana e dois no final de semana, como era carnaval, pretendia correr os quatro dias, eis que acontece, um tombo na escada molhada, eu sabia que o piso era liso, mesmo assim caí, bati as costas no degrau, inchou bem, passei a semana com dores e sem treinar, estou melhor, mas ainda dolorido, ou seja, há 72 dias da Maratona não me sinto minimamente preparado e já passou uma nuvem negra aqui na minha cabeça com a palavra desiste escrita, mas apaguei, vou insistir mais um pouco.
Agora sei o que é fase ruim no esporte, isto existe mesmo, os profissionais alegam estar em má fase, e isto é verdade.
Estou em má fase mesmo, não sei se em 70 dias me preparo descentemente para correr a Maratona em 4hs., mas vou tentar.
Volto a correr no sábado, terei longão de 26km e vou tentar fazê-lo, espero que a má fase vá embora, quero correr e não desistir. Veremos. 

2 comentários:

Xampa disse...

Walter,
devem ser os astros, pq aqui tb não tá mole não.

elis disse...

ô, meu amigo!
que tombo, hein!

é ruim mesmo quando a gente tá nessa fase... estive assim em dezembro, e tava até com medo de ficar sedentária de novo, de tão desanimada que tava com corrida... mas passa, viu! pelo menos faz as suas corridinhas, aquelas, só de manutenção, enquanto o ânimo pras provas volta!

tô na torcida, sempre!