segunda-feira, 29 de abril de 2013

Baleias na Meia do Shopping ABC de Santo André

Foi um domingo e tanto, levantei às 5h30m animado para participar da meia de Santo André, pelo que vi no sábado na retirada do kit, me animei bastante, uma boa organização, recebemos número de peito, chip e um encarte contendo explicações sobre a prova e oferecendo descontos em muitas lojas do shopping, variando de 5 a 15% e podendo ser utilizados até 31/5, como dias das mães está aí, olha eu me aproveitando do brinde, o tempo estava bom para correr, cheguei ao shopping por voltas das 6h30m, o estacionamento estava liberado aos corredores, encontrei alguns amigos, conversei bastante e às 7h30m pontualmente foi dada a largada ao som de Judas Priest, não sou aficionado em metal, mas essa banda é sensacional, especialmente o vocalista.
O percurso não é tão fácil quanto na meia da Corpore, já na Av. D.Pedro II o sobe e desce começou, culminando com o retorno próximo a divisa com SCSul, onde você desce forte, mas tem que subir tudo de novo pelo outro lado, o ponto complicado é que largou o pessoal de 5 a 10k também junto com o pessoal do 21k, e acho que eles são prejudicados porque são ritmos bem diferentes. Até a separação do percurso lá pelo km. 7 esse pessoal do 10k puxa a gente, mesmo que inconscientemente você acaba indo mais forte, no primeiro retorno vi o Alessandro, baleias na veia, obviamente ele já voltava, enquanto eu ía, isso aconteceria também no retorno no km. 14, ele voltando, eu indo, rsrsrsr., o cara corre bem.
Quando ficou somente o pessoal do 21k reduziu bastante o número de corredores e as avenidas ficaram bem mais livres, o calor não foi tão forte, ao menos para mim e segui na minha velocidade de cruzeiro, meu objetivo era correr abaixo da 1h48m que fiz na meia da corpore, mesmo sabendo que esse percurso era bem mais difícil, não deu, fechei em 1h49m12s pelo meu relógio, um minuto acima, mas pela dificuldade, acho que fui melhor ontem, do que na corpore, embora com tempo pior.
A organização foi muito boa, com tudo que se espera, boa hidratação, gatorade no caminho, embora em copo, que eu dispensei, e o legal foram a buchinhas molhadas com água gelada para passar no corpo, tanto na ida quanto na volta, ajudou muito.
No caminho, como já virou rotina, alguns corredores gritando, vamos baleias!!!, com o manto coral não tem anonimato, no final encontrei o Alessandro, conversamos um pouco, embora rapidamente e voltei para casa feliz, satisfeito com minha prova, porque cheguei inteiro, sem lesões, o tempo é apenas detalhe, depois filei um churrasco na casa do cunhado, e dormi cedo, agradecido a Deus por me permitir alcançar a felicidade na simplicidade.
Agora no dia 12 corro os 10k da GRAAC no Ibira, percurso prá lá de manjado, mas é por uma ótima causa. É isso aí.

Um comentário:

alessandro guimaraes disse...

Que bom que gostou da prova , perto da sua casa e com estrutura melhor do que voce sofreu em BH ano passado na Maratona, que bom que voce é constante e equilibrado termina todas as corridas inteiro...